quinta-feira, 14 de agosto de 2014


2 comentários:

  1. E os montes, riscos, por fim, também. Viva a arte passarinha que faz ninho na ponte. Eu, que peso demais, nos segundos em que passo nela, faço morada, mesmo que morrendo de medo.

    ResponderExcluir


  2. Mas você, passarinheira
    Assim, não pesa: ultraleve
    - Peço-lhe: me ultraeleve
    Consigo além: viageira

    *

    Juntos para o Alto e Avante

    ResponderExcluir